Blog da série #SOStraduçãomédica 

Deve constituir preocupação de todos os que redigem textos científicos em língua portuguesa preservar a identidade desta e defendê-la, sempre que possível, das influências alienígenas.

(...) A incorporação de palavras tomadas a outros idiomas, em si, não empobrece nem descaracteriza uma língua; antes, a enriquece. O importante é que as palavras e expressões peregrinas não tenham equivalentes no segundo idioma e sejam corretamente adaptadas a este.

Dr. Joffre M. de Resende

TODO O CONTEÚDO DA SÉRIE #SOSTRADUÇÃOMÉDICA É PRODUZIDO ORIGINALMENTE PELA DRA. CARLA VORSATZ E PODE SER UTILIZADO PARA FINS PESSOAIS, DE CONSULTA, ORIENTAÇÃO E DIVULGAÇÃO, DESDE QUE A FONTE SEJA CITADA. QUALQUER UTILIZAÇÃO DIVERSA SEM A AUTORIZAÇÃO POR ESCRITO DA AUTORA CONSTITUIRÁ INFRAÇÃO AUTORAL. 


Participe da enquete sobre profissionais que trabalham com textos médicos, que querem trabalhar ou estudantes interessados nesta área clicando aqui. Obrigada!

A bronquiolite obliterante com pneumonia em organização (bronchiolitis oblietrans organizing pneumonia — BOOP) é uma síndrome clínico-patológica (clinical-pathologic syndrome), caracterizada por fibrose bronquiolar e peribronquiolar (bronchiolar and peribronchiolar fibrosis), com proliferação intraluminal de estroma de tecido conjuntivo (connective...

Nov 30

Trials

É comum encontramos no original inglês apenas trial ao se referir a um ensaio clínico; convém não fazermos o mesmo em português para não dar margem a equívocos.

Nov 29

Vitals

Os sinais vitais (vitals ou vital signs ou ainda cardinal signs) e as medidas antropométricas (anthropometric measurements) são a verificação das funções fisiológicas (organic functions) essenciais à manutenção da vida (life maintenance) feitas ao iniciar o exame físico (physical exam).

Termos usados para a chegada de um paciente em uma unidade de saúdeconsultório, ambulatório, clínica, centro médico, pronto-atendimento, pronto-socorro ou hospital, do inglês "A patient presents to..."

Em geral o termo agents ou drugs é perfeitamente dispensável na linguagem médica ao especificar o medicamento ou a classe farmacológica, por exemplo:

Sejam bem-vindas e bem-vindos!

A ideia é trazer sugestões para termos ou expressões corriqueiras (ou complexas) encontrados nos textos médicos e científicos em inglês a serem traduzidos para o português e que representam algum grau de dificuldade para o tradutor médico.

É importante que fique bem claro o que a série não é

Não é um dicionário médico
Não é uma obra de referência médica
Não é uma obra de referência da língua portuguesa


A série começou no primeiro dia de 2020 e irá se encerrar no formato de postagens diárias em 31 de dezembro de 2020. Como as postagens foram ganhando comentários e terminologia correlata ao longo do ano, o próximo semestre será dedicado a atualizar todas que ainda não estão neste formato de modo que o conjunto fique homogêneo.

A partir de 2021 as postagens serão temáticas e mensais.

#SOStraduçãomédica pode ser seguida no Twitter, no LinkedIn e no Facebook

No LinkedIn tem um grupo de discussão sobre a série e assuntos correlatos sempre relacionados à linguagem médica. 

Nosso trabalho se pauta no conceito que o texto médico/científico deve ser simples e claro, para não dar margem a equívocos. Já basta a complexidade do conteúdo. Ao mesmo tempo, acreditamos que a boa tradução faz parecer que o texto foi redigido originalmente no idioma para o qual foi traduzido — a chamada localização. O ideal é que a leitura sejá fácil, fluente e que o idioma facilite a transmissão do conhecimento.

Todo o conteúdo da série — exceto os comentários — é disponibilizado gratuitamente em forma de glossários (sdltb, xlsx e csv) atualizados mensalmente, cujo download pode ser feito aqui.