STEMI

10/03/2020

Existem três traduções possíveis para esta expressão:

  • infarto agudo do miocárdio com elevação do segmento ST
  • infarto agudo do miocárdio com supradesnível do segmento ST
  • infarto agudo do miocárdio com supradesnivelamento do segmento ST

A Sociedade Brasileira de Cardiologia publicou a V Diretriz da Sociedade Brasileira de Cardiologia sobre Tratamento do Infarto Agudo do Miocárdio com Supradesnível do Segmento ST adotando o termo supradesnível e a sigla IAMCST.

No eletrocardiograma (ECG) o segmento entre as ondas S e T deve corresponder à linha de base; quando ocorre alteração do traçado deste segmento, esta alteração pode se dar acima (supradesnível) ou abaixo (infradesnível) da linha de base

Se for acima revelando elevação (ou supradesnível ou supradesnivelamento) do segmento ST, isso caracteriza o infarto agudo do miocárdio com supradesnível ST; Pode haver infarto agudo do miocárdio sem supra ST também.

"Suprado" é um neologismo da pior qualidade. 

Imagem da Wikemedia Commons mostrando ECG de 12 derivações com supradesnível ST, taquicardia, bloqueio fascicular anterior, infarto anterior. Cores: supradesnível ST nas derivações anteriores = amarelo; infradesnível ST nas derivações inferiores = azul
Imagem da Wikemedia Commons mostrando ECG de 12 derivações com supradesnível ST, taquicardia, bloqueio fascicular anterior, infarto anterior. Cores: supradesnível ST nas derivações anteriores = amarelo; infradesnível ST nas derivações inferiores = azul