Medical condition

03/01/2020


Existem muitas palavras e expressões para descrever a doença, o quadro clínico, o mal-estar

Inúmeras. 

Talvez incontáveis, levando em conta a diversidade regional do nosso país.

Condição médica não é uma delas.

No Empréstimo semântico, decalque e retroversão: breve estudo tipológico do empréstimo linguístico, Vito César de Oliveira Manzolillo fala sobre o decalque ou a tradução de empréstimo, eu cito:

"O chamado decalque ou tradução do empréstimo, por exemplo, 'consiste na aquisição de forma léxica ou locução estrangeira, através da substituição, por forma léxica vernácula, de significação equivalente criada para esse fim' (ASSUMÇÃO Jr., 1986:109), um recurso 'especialmente usado quando se devem criar palavras para exprimir um conceito novo chegado do exterior, e não se quer adotar a palavra estrangeira' (PISANI, 1967:79).

Para alguns autores, este pode ser um gênero de empréstimo bastante problemático. O próprio PISANI (S/D: 225) afirma não compreender a atitude de alguns puristas, os quais, tentando escapar de influências externas, recorrem ao decalque, não percebendo, segundo ele, que 'enquanto eliminam um elemento puramente exterior, introduzem por meio do calco uma forma de pensamento bem mais perigosa para a essência da língua nacional'.

Seja como for, trata-se esta de uma modalidade de empréstimo camuflada, nem sempre reconhecível com facilidade, que constitui, não raro, versão literal de um item léxico alógeno.

Funciona, por vezes, como mecanismo integrador de material linguístico estrangeiro (...)" (grifo meu)

"Condição médica" é um decalque de "medical condition" — pior do que um erro, uma subversão do nosso idioma

Quem não fala inglês "custa" a entender a expressão, que acaba sendo atribuída ao "jargão médico".

Em bom português condição significa, segundo o Aulete, "qualidade, estado, índole (de alguém) ou circunstância requeridos ou necessários para que algo ou alguém tenha o desempenho adequado". 

Ou seja, a exigência do médico de que a sala do consultório tenha ar condicionado para que ele faça o atendimento pode ser considerada uma condição médica, não a doença do paciente.

O perigo reside exatamente no fato de ambas as palavras condição e médica — terem significados precisos e consagrados, que não têm nenhuma relação com o sentido atribuído pelo decalque.