ANICTÉRICO, ACIANÓTICO E AFEBRIL

07/02/2021

Grupo II. prefixo grego ἀ-/ἀν- "a-/an-" + (radical)

"icterus or jaundice is the yellow discoloration of the skin, whites of the eyes, etc.; cyanosis is an unusual bluish cast or discoloration of the skin and mucous membranes; and fever, also called pyrexia, abnormally high body temperature."

"icterícia é a pigmentação amarelada observada na pele, na esclera, nas unhas, etc.;  cianose é a coloração azulada da pele e das mucosas; e febre (dificilmente chamada de pirexia embora o termo exista) é o aumento patológico da temperatura corporal. Ver hipertemia".

Contexto: Anamnese e exame físico — ectoscopia

Hoje a #PALAVRADODIA veio em tríade de adjetivos, mas isso tem sua razão de ser: após a anamnese propriamente dita, feita por meio da obtenção das informações necessárias sobre o paciente e subsequente aferição dos sinais vitais, a primeira etapa do exame físico é a impressão geral do médico do estado do paciente por inspeção visual, chamada de ectoscopia. Nesta etapa há uma série de observações que devem ser registradas, entre as quais se o paciente está ou não ictérico, cianótico e febril. Portanto, é comum encontrar o registro de "anictérico, acianótico e/ou afebril" se o paciente não apresentar nenhuma dessas alterações (não necessariamente neste ordem), além dos outros itens que devem ser verificados e registrados (padrão respiratório, hidratação, etc.), mas que não usam o mesmo prefixo.

Palavras mais usadas na linguagem médica atual por grupos usando os mesmos prefixos, radicais e/ou sufixos.

Os prefixos "a-, an-" indicam ausência, inexistência ou falta.

O radical especifica o significado do termo